Área Restrita
Acesso Webmail | Esqueceu a senha?

Pastoral

Novembro 2017
D S
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30

Pastoral

CONSTITUIÇÃO

O Departamento de Pastoral é constituído pelo (a) coordenador (a) e está intimamente ligado à Direção e aos Serviços de Coordenação Pedagógica e Coordenação de Séries.

MISSÃO

Sua missão é fomentar o cultivo da espiritualidade, complementando o trabalho pedagógico e administrativo em vista à formação integral da Comunidade Educativa.

ATRIBUIÇÕES

São atribuições do (a) coordenador (a) do Departamento de Pastoral:
» Planejar e executar atividades de formação religiosa, que promovam a vivência da interioridade, fraternidade e prática solidária, bases da filosofia educacional agostiniana.
» Auxiliar os Serviços de Coordenação Pedagógica e Coordenação de Séries na tarefa de integração dos objetivos e organização pedagógica com o plano de formação do Colégio.
» Estimular os alunos, professores, funcionários e as famílias à prática religiosa e vivência dos valores cristãos.
» Complementar o trabalho do Serviço de Coordenação de Séries, reforçando a orientação no aspecto religioso, quando necessário.
» Responsabilizar-se pela preparação de liturgia nos seus enfoques diversos, buscando fazê-la em equipe.
» Zelar-se pela ambientação religiosa do Colégio.
» Organizar e dinamizar a Pastoral Juvenil e Vocacional do Colégio.

Quem foi Santo Agostinho?

Aurélio Agostinho, o Santo Agostinho de Hipona, foi um importante bispo cristão e teólogo.

Nasceu na região norte da África em 354 e morreu em 430.

Era filho de mãe que seguia o cristianismo, porém seu pai era pagão. Logo, em sua formação, teve importante influência do maniqueísmo (sistema religioso que une elementos cristãos e pagãos).

Biografia resumida

Santo Agostinho ensinou retórica nas cidades italianas de Roma e Milão. Nesta última cidade teve contato com o neoplatonismo cristão. 

Viveu num monastério por um tempo. Em 395, passou a ser bispo, atuando em Hipona (cidade do norte do continente africano). Escreveu diversos sermões importantes. Em “A Cidade de Deus”, Santo Agostinho combate às heresias e a paganismo. Na obra “Confissões” fez uma descrição de sua vida antes da conversão ao cristianismo. 

Santo Agostinho analisava a vida levando em consideração a psicologia e o conhecimento da natureza. Porém, o conhecimento e as idéias eram de origem divina. 

Para o bispo, nada era mais importante do que a fé em Jesus e em Deus. A Bíblia, por exemplo, deveria ser analisada, levando-se em conta os conhecimentos naturais de cada época. Defendia também a predestinação, conceito teológico que afirma que a vida de todas as pessoas é traçada anteriormente por Deus. 

As obras de Santo Agostinho influenciaram muito o pensamento teológico da Igreja Católica na Idade Média.

Morreu em 28 de agosto (dia suposto) de 420, durante um ataque dos vândalos (povo bárbaro germânico) ao norte da África.

Santo Agostinho é considerado o santo protetor dos teólogos, impressores e cervejeiros. Seu dia é 28 de agosto, dia de sua suposta morte.

 

 

Unidade I Av. 20 de Agosto, 595, Centro

Unidade II Av. Raulina Fonseca Paschoal, 602, Centro

Catalão - GO

informatica@colmaededeus.com.br

(64) 3441-2147

(64) 3411-1054